Espaço para proposição de questionamentos, discussões e comentários.

6 Respostas to “Comentários”


  1. Sobre a reunião (09/11)
    Bem, achei apropriado postar alguma coisa sobre a reunião, contextualizar expectativas, etc.

    Primeiro tenho de parabenizar todo o grupo pela iniciativa q já está dando certo; pela competência e aprofundamento no assunto. Não esperava que vocês fossem tão interessados na comportamental, pra mim o pessoal da ufes em geral não via com bons olhos o behaviorismo, nem tinha interesse no assunto, e vocês provaram que eu estava errado, e dessa vez foi bom estar errado =)

    De tudo que foi proposto só discordo em um único ponto, o de que a ciência teria algum tipo de compromisso com a moral. Discordo em parte, pois a ciência limita-se apenas ao exercício ético, não o exercício moral. Na verdade, qualquer tipo de saber instituído sobre padrões morais terá seu fim totalmente contrário ao da ciência, pois a moral é estática, enquanto a ética, ou filosofia moral, é uma ferramenta que nos permite contextualizar os valores instalados no ambiente verbal. Pra exemplificar, vou dar um exemplo meio cretino e hiperbólico, mas vai ilustrar muito bem o que estou tentando explicar:

    O domínio da técnica de produzir bombas nucleares é moralmente condenável, de forma categórica, com certeza. Pois bombas nucleares só são usadas para um fim, destruír… em fim, a ciência produz tecnologia, não por ela ser bonita, ou por agradar pela brandura de suas implicações. A tecnologia é apenas uma ferramenta, que pode ser usada para os mais diversos tipos de coisa. Assim como um martelo pode servir para construír casas, ele pode ser usado para arrebentar a cabeça de alguém. O martelo é um tipo de produção tecnológica, e com certeza, a ele não pode ser atribuída nenhuma responsabilidade pelo seu uso, e nem ao fabricante ou inventor do martelo. Voltando para as bombas, a tecnologia que permitia extrair energia a nível atômico foi idealizada no século passado teóricamente, e a primeira implicação prática foi na corrida armamentista (típicamente homosapiens!) mas isso não quer dizer que a tecnologia de extrair energia atômica seja totalmente ruim, por exemplo, pode-se produzir grandes navios de pesquisa em áreas remotas, que não precisam jamais abastecer em toda sua vida útil, que podem destilar a própria água, e tem energia de sobra para executar as mais diversas funções. Como eu disse o exemplo continua sendo cretino, mas nos remete à seguinte questão: é mais importante saber o que será feito da tecnologia desenvolvida pela ciência comportamental, ou de fato, produzir conhecimento e desenvolver essa tecnologia? Fico pela segunda opção. Muita gente critica o behaviorismo por exemplo, fazendo alusão ao filme laranja mecânica, e de certa maneira, essa crítica de fundo moral não foi capaz de perceber que a finalidade de uma tecnologia está nas mãos de quem usa. Então pode-se colocar da seguinte maneira, o fundamento moral é misoneísta e estático, e em geral, não se aplica à ciência. A ética ao contrário, zela pelo ser humano, mas permite que novas idéias, conceitos e técnicas insurjam, se apliquem e modifiquem o contexto, sempre buscando preservar a vida humana, mas a despeito de crendices e conceitos incoerentes e “disfuncionais” (huaweuhewaHUeawHUaew) que de nada servem num determinado espaço e tempo, sacaram? hehe.

    Estou empolgado com o grupo pessoal, até sexta que vem.

  2. Angelo A. S. Sampaio Says:

    Pessoal,
    Parabéns pelo site e pela inciativa do Núcleo de Estudos!
    Bom trabalho para vocês!
    Abraços!
    PS: Vou adicionar o site de vocês no nossos links, certo?


  3. O Site está lindo!Parabésn pela iniciativa, pela organização e qualidade!Parabéns mesmo!


  4. É um prazer “receber” você no meu Blog Tiago Zortéa.

    Aqui no Piauí também tivemos muita dificuldade em realizar atividades de estudo e divulgação da Análise do Compotamento no Piuaí, mas elas diminuíram consistentemente com o trabalho planejado e em grupo. Tenho certeza que vocês aí no Espírito Santo vão colher frutos brevemente.

    Abraços e Boa sorte!


  5. Olá,

    Adorei a iniciativa do grupo! Acho que os conhecimentos se formam nos grupos de estudos e entendo que é ainda mais maravilhoso por ser conduzido por acadêmicos, tenho muito interesse em participar desses encontros. Mesmo não sendo da UFES eu poderia? Gostaria de adiciona-los aos links do meu site.

    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s